19 de abril de 2017

Wongtschowski & Zanotta Advogados anuncia novas sócias

Juliana Brotto de Barros Milaré e Marília Canto Gusso foram promovidas a sócias do Wongtschowski & Zanotta Advogados (WZ).No escritório desde 2011, as novas sócias irão dividir a coordenação do contencioso cível. A área vem aumentando significativamente de tamanho dentro da banca em virtude da conquista de novos clientes e do aumento da demanda de […]

mais

10 de março de 2017

Pedro Zanotta é o novo sócio do Wongtschowski & Zanotta Advogados

Pedro Zanotta e Rodrigo Orlandini são os mais novos integrantes do Wongtschowski & Zanotta Advogados. Zanotta será o sócio responsável pelo desenvolvimento da área de direito concorrencial dentro do escritório, com o apoio de Orlandini.Zanotta foi diretor jurídico de multinacionais como Bayer e Holcim e sócio do Albino Advogados por 18 anos, onde atuou em […]

mais

12 de abril de 2016

WZ no Conjur – Bruno Strunz vira sócio do Wongtschowski & Zanotta Advogados

O Wongtschowski & Zanotta Advogados anunciou que Bruno Strunz foi promovido a sócio do escritório. O advogado está na firma desde 2013, quando foi contratado para coordenar a equipe empresarial, com atuação em Direito Societário, fusões e aquisições e contratos.Formado pela PUC-SP e com pós-graduação em Direito Societário pela Fundação Getulio Vargas, Strunz havia trabalhado […]

mais

3 de março de 2016

Novo Código de Processo Civil entra em vigor dia 18 de março, diz STJ

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) definiu o dia 18 de março como o marco inicial para a entrada em vigor do Novo Código de Processo Civil (NCPC). Havia uma dúvida se o NCPC deveria vigorar a partir do dia 16, 17 ou 18 de março.A questão também estava sendo discutida no Conselho Nacional de […]

mais

16 de dezembro de 2015

WZ no RefJur – O encarecimento do processo judicial sob a ótica do novo CPC

Dentre as propostas do novo Código de Processo Civil, destaca-se o desestímulo à litigiosidade e a criação de mecanismos para a solução amigável dos conflitos no intuito de melhorar a celeridade das demandas levadas à análise do Poder Judiciário. Como forma de implementar a nova diretriz, o novo CPC tornou o processo judicial substancialmente mais […]

mais
voltar ao topo